Conhecendo o Palácio da Justiça de São Paulo

Todos os anos em agosto acontece um evento muito bacana em São Paulo, chamado Jornada do Patrimônio. Durante um fim de semana somos convidados a conhecer patrimônios da nossa cidade, muitos dos quais não ficam normalmente abertos ao público.

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog1

Foto de Catharine Gaspar

Na Jornada de 2019 fomos conhecer o Palacete Conde de Sarzedas, e o Palácio do Tribunal de Justiça de São Paulo. Nós fizemos uma visita guiada pelo Palácio, e conhecemos um pouco mais da sua história. 

História

O Palácio da Justiça assim como outros edifícios históricos de São Paulo foi projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo e seu escritório.
Ele foi criado para atender a necessidade do estado por um tribunal maior, pois conforme São Paulo crescia não havia espaço suficiente para todos os funcionários do tribunal de justiça trabalharem, e eles ficavam espalhados por vários edifícios no centro da cidade.

“A fachada do edifício foi inspirada no Palácio da Justiça de Roma, e após 13 anos de construção, em janeiro de 1933, começaram as atividades no Palácio da Justiça; uma segunda inauguração ocorreu em 25 de janeiro de 1942, em homenagem à cidade de São Paulo pelo seu 388º aniversário.

O Palácio da Justiça, considerado monumento histórico de valor arquitetônico e interesse cultural, foi tombado pelo CONDEPHAAT em dezembro de 1981.” (Fonte: TJSP)

Salão dos Passos Perdidos

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog
Quando entramos no Palácio o primeiro lugar que conhecemos é o Salão dos Passos Perdidos.

“Nome dado ao hall de circulação central e acesso para as dependências do Palácio da Justiça.

Ele era destinado ao público que ali permanecia à espera dos julgamentos que se realizavam em suas diferentes salas.

Este majestoso ambiente é todo revestido em mármore chiampo, com o piso das escadarias em mármore de Carrara, corrimãos em português amarelo e balaústres em bronze. Em seu perímetro estão dispostas 16 grandes colunas jônicas de granito vermelho, com bases e capitéis de bronze pesando aproximadamente 15 toneladas cada.

À esquerda do portal de entrada, cujo peso ultrapassa 6 toneladas, encontramos a herma de Rui Barbosa, obra de Galileu Emendabile e, à direita, a mobília do antigo júri da comarca de Espírito Santo do Pinhal. Na parede há uma réplica do famoso afresco de Raphael Di Sanzio “ A Escola de Atenas”.” (Fonte: TJSP)

Tribunal do Júri

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog2

Logo depois conhecemos o Tribunal do Júri e é impossível não se encantar com a beleza do lugar.

“O Plenário do Júri, medindo aproximadamente 230 metros quadrados, é todo revestido com lambris de madeira de lei, entalhada por artífices do Liceu de Artes e Ofícios, escola de Ramos de Azevedo. O teto, ornamentado com motivos renascentistas, tem ao centro uma clarabóia com belo vitral e lustres de bronze e alabastro, pesando cerca de meia tonelada cada. O crucifixo, em tamanho natural, foi entronizado em 2 de janeiro de 1933 por D.Guido Del Toro, na ocasião da primeira sessão do júri.

Nesse local ocorreram julgamentos como o do Cabo Bruno, Lindomar Castilho e Osmani Ramos; este sustentou sua própria defesa durante duas horas. O último julgamento foi de um rapaz do bairro de Vila Santa Catarina, que assassinou toda família.

O Salão do Tribunal do Júri, desativado em 1988, atualmente é utilizado para eventos especiais da magistratura, palestras e concursos.

No 4º andar, onde hoje está instalada a Biblioteca do Tribunal de Justiça, funcionou o 2º Tribunal do Júri, no período de 1965 a 1982.” (Fonte: TJSP)

Salão Nobre

Por fim, fomos conhecer o Salão Nobre, que fica no 5º andar do Palácio.

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog3

O Salão Nobre é ainda mais lindo e majestoso que o Tribunal do Júri.

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog4

“Medindo cerca de 308 metros quadrados, está decorada com motivos clássicos gregos, incluindo vitrais executados por Conrado Sergenicht Filho, que simbolizam as virtudes da Justiça. Suas pinturas, como de todo o Palácio, foram confeccionadas por artesãos italianos sob a orientação do pintor Antonio Venccittore. No corredor há dois bancos de ferro batido, que pertenciam à Marquesa de Santos.

O Salão Nobre é utilizado para eleições do Tribunal de Justiça, reuniões do Conselho da Magistratura, instalação do Ano Judiciário, posses de juízes e desembargadores e sessões do Órgão Especial.” (Fonte: TJSP)

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog5

Nossa Experiência

Nós amamos conhecer o Palácio da Justiça, só achamos a visita um pouco cansativa, pois a palestra inicial foi bem longa e focada para quem é da área do Direito.

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog7

De qualquer forma, vale muito a visita para paulistanos e turistas conhecerem esse patrimônio da cidade; as visitas ao Tribunal de Justiça aberta ao público dessa forma que fomos acontece só em eventos especiais como a Jornada do Patrimônio.

palacio-da-justica-sp-lembrancas-da-gabi-blog8

Guardem então na agenda: a Jornada do Patrimônio acontece sempre em agosto em São Paulo. 

Palácio da Justiça de São Paulo

Endereço: Praça Clóvis Beviláqua, s/nº – Centro Histórico de São Paulo, São Paulo – SP, 01018-001

Conheça outros edifícios paulistanos projetados por Ramos de Azevedo:

Theatro Municipal de São Paulo

Casa das Rosas

Mercado Municipal de São Paulo

QUE TAL SEGUIR O BLOG NAS REDES SOCIAIS? ♥

No Instagram você pode acompanhar nossas viagens em tempo real, nosso dia a dia e receber muitas dicas.

No Facebook sempre estamos compartilhando posts novos e antigos, e você não vai perder nenhuma novidade por lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s